Dress a Girl Around the World

[scroll down for English]

Provavelmente já terão ouvido falar no projecto Dress a Girl Around the World, cujo objectivo é fazer e levar vestidos a raparigas de países em desenvolvimento. À primeira vista um vestido poderá parecer pouco, mas é algo incrivelmente necessário e importante no dia-a-dia destas meninas. O movimento em Portugal é relativamente recente mas tem feito um trabalho incrível com a ajuda de centenas de voluntárias.

Estive em Portugal há uns meses e aproveitei para ir entregar alguns vestidos à The Craft Company, uma loja de tecidos e fios em Cascais. Conheci finalmente a Virgínia e a Vanessa e pude assistir ao seu entusiasmo e determinação.

Tem havido vários encontros de costura pelo país fora mas, caso não consigam participar em nenhum, podem sempre fazer vestidos em casa e enviá-los pelo correio (a morada da Craft Company é Praça Dr. Francisco Sá Carneiro, 4B, 2750-350 Cascais). O projecto sugere alguns moldes (vejam aqui) mas não é obrigatório segui-los à risca. O que importa é que os vestidos sejam feitos com tecidos resistentes de fibras naturais, que não sejam muito curtos e que tenham um ou dois bolsos generosos.

Eu fiz vestidos para 6, 8 e 10 anos e segui dois moldes diferentes: os roxos foram feitos com base no modelo K do livro Sew Chic Kids, mas achei a abertura para a cabeça demasiado pequena e acabei ter de descoser alguns pontos nessa área. Para os restantes vestidos usei o molde Tip Top Dress da Petit à Petit. Em ambos os casos acrescentei dois grandes bolsos laterais no género dos bolsos desta saia.

Quando hoje de manhã fui espreitar as minhas mensagens no Instagram vi que a Virgínia me tinha enviado umas fotografias dumas meninas em Cabo Verde com os vestidos que fiz. A expressão de dignidade e orgulho no olhar delas impressionou-me. Fazer um simples vestido pode parecer um gesto insignificante, mas a verdade é que esse mesmo vestido tem potencialmente um impacto positivo na vida de uma futura mulher. Tantas vezes me sinto culpada por ser tão privilegiada e por contribuir tão pouco para o bem-estar de quem me rodeia e o pior é que deixo que esses sentimentos me paralisem. A verdade é que pouco é melhor do que nada. Escrever sobre isto provoca-me algum desconforto, porque parece que estou a dizer “vejam só o que fiz!”, mas acreditem que não é esse o meu objectivo. A minha motivação é apenas passar a palavra e convidar-vos a participar neste projecto.

A Dress a Girl Around the World também aceita materiais de costura, cuecas e calções para rapazes.

***

You’re probably already familiar with the Dress a Girl Around the World campaign. The movement is still  young in Portugal but a lot of work has been done recently with the help of hundreds of volunteers. 

When I was in Portugal a few months ago I took a few dresses I’d made with me and delivered them to The Craft Company, a lovely yarn and fabric shop in Cascais, near Lisbon. I used two different patterns to make my dresses: the purple ones are dress pattern K from Sew Chic Kids but I found the neckline to be way too small. For other dresses I used the Tip Top Dress pattern by Petit à Petit. I added two large pockets to each dress, similar to the ones on this skirt.

When I checked my Instagram messages this morning I saw that Virgínia had sent me some pictures of two girls in Cape Verde wearing my dresses. I so was struck by the look of dignity and pride in their eyes. Making a simple dress may look insignificant but the fact is that that dress can potentially have a positive impact in the life of a future woman. I often feel so guilty by my privileged life and for not doing enough for other people and the worst thing is that I let those feelings paralise me. The truth is, doing a little is better than doing nothing at all. Writing about this makes me uncomfortable because I don’t want you to think that this is about me. Trust me, it’s not. I just want to spread the word and invite you to take part in this project.

Dress a Girl Around the World also accepts other donations, like fabric, sewing notions, undies and shorts for boys.

 

4 thoughts on “Dress a Girl Around the World

  1. Armanda Antunes says:

    Que bonito, as meninas estão encantadas. Eu que conheço a Constança apenas do blog sei que o objectivo da Constança foi nesmo esse, poder fazer umas meninas felizes. Muitos parabéns por continuar a inspirar os seus leitores para que deitemos “Mãos à Obra” com projectos bonitos como este.

    Like

  2. Sara says:

    I don’t think you have a privileged life, just a fairly normal and fortunate one that everyone should have. Inequalities of the world could be banished almost literally over night if people wanted to, Unfortunately they don’t, so that leaves kind people like yourself trying to help and you do. Please do not feel guilty about having enough, it is not your fault that others do not when we all could.

    I think the dresses are lovely and are going to make some children rather happy to wear them. Everyone likes to feel pretty and nice, it raises esteem and therefore possibilities for better lives. Thanks for the details. The campaign to help reminds me of the ‘pillow-case’ dresses, but these are better patterns as they have sleeves. The children both look so pretty in the lovely dresses you made them.

    Like

  3. Manù says:

    Olà, Constança, apreciei muito esta iniciativa, ainda mais, porque vi uma menina Caboverdeana com um engraçado vestido feito por ti (eu sou de origem de CaboVerde-Italia). Agora quero pedir-te um presente de Natal (se nao te encomodar muito): por favor, escreves tambèm em Portugues, no Instagram? Como podes ver, nao sei mais escrever em Portugues, mas percebo. Agora, o Ingles para mim è demais… Obrigadinha! Boas Festas para ti e tua fantastica familia de Manù

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s