Favourite Books :: The Perfectly Imperfect Home

the perfectly imperfect home

the perfectly imperfect home

the perfectly imperfect home

the perfectly imperfect home

the perfectly imperfect home

6/100

[scroll down for English]

Ao longo dos anos tenho adquirido uma colecção simpática de livros de decoração, e tenho-me apercebido de que há quatro ou cinco que frequentemente tiro da estante. Um desses livros é o “The Perfectly Imperfect Home” da Deborah Needleman, fundadora da saudosa revista Domino.

Este livro foi publicado em 2011 e parece-me que nunca ficará desactualizado, porque em vez de se focar em modas e tendências, versa sobre a essência daquilo que torna uma casa verdadeiramente funcional, confortável, bonita e cheia da personalidade de quem lá vive. É um livro para ser lido, relido, sublinhado e digerido sem pressa. Está cheio de conselhos e considerações pessoais, pequenas histórias e citações de decoradores do passado e do presente. Inspira-me imenso porque é um livro cheio de vida, algo irreverente, que não se leva demasiado a sério. Nele vejo apresentadas muitas das convicções que tenho desde que me conheço: não às luzes de tecto! sim aos melhores lençóis de puro algodão que possamos comprar! não ao pequeno quadro solitário numa vasta parede! sim a objectos com história, de preferência a nossa! não a tudo a condizer! sim a uma casa que se vai decorando ao longo dos anos!

Há outra coisa que distingue este livro dos demais: apesar de ser um livro sobre decoração de interiores, não tem uma única fotografia — todos os elementos visuais são aguarelas, feitas a partir de espaços reais. A meu ver, isto faz com que as imagens não sejam demasiado prescriptivas… parece que sempre que olho para elas, reparo em pormenores diferentes.

Estou neste momento a dar uma volta à nossa sala e este livro tem sido uma óptima ajuda para pôr as ideias em ordem e experimentar coisas novas.

Digam-me: conhecem este livro? Quais são os vossos livros preferidos de decoração?

***

Throughout the years I’ve been amassing quite a nice collection of interior design books. Even though I’ve got plenty, I’ve noticed that there are four or five that I keep reaching for. One of them is “The Perfectly Imperfect Home” by Deborah Needleman, founder of much-missed Domino magazine.

This book was published in 2011 and I don’t think it will ever be outdated because rather than dealing with trends, it’s focused on the essence of home: what makes a home functional, comfortable, beautiful and full of the personality of its inhabitants. It’s one of those books you read, re-read, underline and digest over time. It’s filled with advice, personal remarks, little anecdotes and quotes by past and present decorators. It inspires me tremendously because it’s a book full of life, a bit irreverent, a book that doesn’t take itself too seriously. In it I see many of the beliefs I’ve had ever since I’ve known myself: no to overhead lights! yes to the best possible cotton sheets you can afford! no to the little solitary picture on a vast wall! yes to pieces with history, preferably your own! no to match-matchy! yes to a house that you decorate over the years!

Another thing that makes this book stand out is that there isn’t a single photograph in it — all the visual elements are watercolours that have been created based on real rooms. For me, that makes the images much less prescriptive… whenever I look at them, I tend to notice new details.

At the moment I’m faffing about with our sitting room and this book has been a great help in terms of organising my ideas and trying out new things.

Tell me: are you familiar with this book? What are your favourite interior books?

 

 

 

 

 

5 thoughts on “Favourite Books :: The Perfectly Imperfect Home

  1. Adriana Milagres de Oliveira says:

    Olá Constança quero em , primeiro lugar parabenizar vc pelo aniversário e espero que tudo tenha sido muito bom ao lado de pessoas que te amam muito , gostei muito desse assunto de decoração . Há dois anos recebemos as chaves do apartamento onde moramos desde então e optamos por móveis modulados então montamos ele ao nosso gosto e amamos o resultado optamos pelo funcional já que aqui só temos 53 metros quadrados , e nossa família tem quatro pessoas fora um gato peludinho kkkkk, é tão bom saber que decorar aos poucos é algo normal porque aqui no Brasil a moda são apartamentos saídos das revistas onde tudooo é comprado em loja de móveis planejados , pouco se sabe da pessoa que ali vive kkk me refiro a personalidade que ficou por conta da empresa de móveis .Um grande beijo da amiga brasileira que tanto ama vir aqui .Adriana Milagres.

    Like

  2. Inês Cravador says:

    Olá Constança! Conheço bem o livro de que falas porque quando li o teu post sobre o mesmo há uns anos atrás não resisti a mandar vir um também para mim =), o qual foi uma boa fonte de inspiração na decoração do apartamento onde moro! É de facto um livro visualmente muito atraente. As ilustrações a aguarela são muito bonitas e gosto muito do modo como as dicas de decoração são apresentadas ao longo do livro. Eu gosto de ir decorando aos poucos, adicionando/alterando à medida que vou vivendo no espaço e vou sentindo o que fica melhor nos diferentes locais da casa. Gosto de casas personalizadas pelos objectos de quem lá vive e não daquelas impessoais que parecem saídas de uma revista/loja de decoração.

    Like

  3. Teresa says:

    Olá Constança. Mais uma vez Parabéns! Não conheço o livro mas gosto particularmente da menção “Spots for books, drinks and feet”. Parece ser muito útil para decorar uma casa “para nos sentirmos em casa”, e não um mero decalque de literatura de decoração.
    Bjs

    Like

  4. Alexandra Maria Andrade says:

    Ola Constança. Adoro decoração de interiores e tenho alguns livros relacionados com esse tema. Os meus preferidos são: Domino, the book opf decoration (também da Deborah Needleman) e o “Casa Feliz, um Guia Prático de Decoração”, de uma das minha decorados preferidas – Maria Barros. Beijinhos

    Like

  5. Eunice says:

    Querida Constança, adorei saber sobre este livro! A verdade é que, há uns tempos estive mesmo para o comprar mas acabei por optar pelo “Domino, the book of decoration” e fiquei um pouco com essa sensação de prescrição da qual tive alguma dificuldade em me desviar! Por isso, depois, fiquei muito relutante em adquirir este. O teu post esclareceu-me bastante e o livro voltou para a minha wishlist!

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s