Bordados neozelandeses :: NZ vintage embroidered linens

No meu último vídeo (uma caixa de costura antiga) falei-vos no livro “Thrift to Fantasy”, da autora Rosemary McLeod, que versa sobre os lavores femininos neozelandeses das décadas de 1930-40-50. Pois bem, hoje mostro-vos uma colecção de panos neozelandeses dessa mesma altura, que tive a sorte de conseguir comprar numa loja de caridade recentemente.

Como sabem, sou absolutamente apaixonada por têxteis antigos e sei que não sou a única a perder a cabeça com este tipo de coisas. Espero que achem graça a este vídeo!

Dois desafios para vocês:

  • Partilhem, aqui na caixa de comentários, as maneiras como tratam dos vossos panos antigos: truques para tirar nódoas de ferrugem e manchas de humidade, como os guardam, se os põem a uso…
  • Mostrem-nos as vossas colecções! Se tiverem conta no Instagram, usem o hashtag #myvintagelinens. Mal posso esperar para ver o que está guardado nos vossos armários e cómodas! Se preferirem, enviem-me um email com algumas fotografias (ou convidem-me para vê-los ao vivo na próxima vez que eu estiver em Portugal!).

I’ve been filming videos in Portuguese and I’m wondering whether non-Portuguese speakers would be interested in subtitles. Do let me know your thoughts on this matter.

This video is all about by my latest textile finds at a local op shop (charity shop/thrift store). I was lucky enough to be invited into the staff room and I spent a blissful half-hour rummaging through boxes full of old doilies, tray cloths and tablecloths and chatting with a handful of lovely ladies. It was exactly what my dreams are made of! 

Today I’ve got two challenges for you:

  • In the comment section below, tell us about how you care for your vintage linens. Any tricks for getting rid of old stains like rust and mildew? How do you store them? Do you actually use them?
  • Share your collection with us! If you’re on Instagram, tag your photos with the #myvintagelinens hashtag. Or, if you prefer, send me an email with some pictures (or invite me into your home so I can see them with my own eyes!).

15 thoughts on “Bordados neozelandeses :: NZ vintage embroidered linens

  1. Maria Cecília Pontes Fernandes says:

    Olá, Constança, meu nome é Cecilia e moro em São Paulo-SP, Brasil. Parabéns pelas compras; belos bordados! Costumo tirar manchas amareladas, geralmente de tecidos guardados por muito tempo, e tem ótimo resultado. Umedeça as peças, ensaboe (costumo utilizar sabão de côco em pedra, mas não sei se existe na Nova Zelândia) e coloque-as bem molhadas dentro de um saco plástico transparente, deixando as manchas evidentes. Vede bem o saco e leve ao sol durante uns dois dias (e também duas noites). Ao final desse tempo estarão branquinhas. Lave-as então normalmente e leve a secar. O ideal é usar um saco plástico mais ou menos do tamanho da peça para não dobrar o tecido. Boa sorte e um grande abraço, Cecilia. Em tempo: serve também para branquear as meias dos meninos… 😉

    Like

  2. Sharyn says:

    Hi Constança, I find soaking in a solution of baking soda can help remove that old clothing smell. May also help stains although I can’t say that for sure. If you are ever up this way on holiday, would be great to have a rummage around the local op shops here 🙂 Sharyn

    Like

  3. Verónica says:

    Absolutely loved seeing you on video! Portuguese is much more understandable in written form than spoken, hehe, but I loved listening to you. I think I will watch the videos anyway even if without subtitles. Maybe some sentences in the post describing some of the general contents or the key tips you share in the video would be more than enough. A full transcript must be too much work.
    And I love the decor of the room!
    I have only a few pieces of vintage linens that I am “afraid” to use : ) They are from my grandmothers or grandmothers in law, or my mothers “ajuar” . The old bedsheets they give me I use straight away… I have never bought “modern” bedsheets for out master bedroom and I am addicted to that old cotton touch!
    Thank you for the stories and inspiration.

    Like

    • Vera Römer says:

      This is exactly what I think: a full transcript is too much work. Some sentences in the post about the topic of the video would be sufficient.
      I love watching the videos not only to learn something about sewing or New Zealand or whatever but also to train my listening comprehension of (European) Portuguese. There is not so much opportunity to do this otherwise. Thank you!

      Like

  4. Nani says:

    Hola Constança!! Un truco de mi abuela que vivió los años de la posguerra en España, era enjabonar la ropa con jabón lagarto https://es.wikipedia.org/wiki/Lagarto_(jab%C3%B3n) y la dejaba tendida enjabonada al sol, esto se conocía como dejar la ropa “al clareo” hasta que se quedaba dura acartonada, luego se aclaraba la ropa y el sol se comía las manchas.
    Me encantan tus hallazgos!!

    Like

  5. Cristina Reis says:

    Olá, from Portugal 🙂

    Da minha mãe, feitos por ela, tenho muitas peças (ainda em casa dela), que ficarão na família.
    Outros tenho comprado em feirinhas e esses vou vendendo, pois o espaço não dá para tudo, mas já me recusei a vender peças depois de saber o que iam fazer com elas….

    (não consigo enviar as fotos… temque ser o link…

    Like

  6. Naná says:

    Adorei o vídeo!
    Tens aí peças que são verdadeiros tesouros!
    Para tirar as manchas amareladas dos panos de algodão e linho aprendi com a minha mãe que se punha “a corar” ao sol, ou seja, ensaboa-se as peças com sabão azul (o melhor que há para este tipo de coisa) e depois estende-se ao sol enquanto for necessário. É também o método que uso para retirar as manchas amarelas na zona dos sovacos das t-shirts e camisas.
    Quanto às peças de crochet, acredita que são mesmo delicadas! Aquele naperon que falaste em usar como asas pode também dar um bonito xaile para boneca 😉
    E o cestinho em crochet, em minha casa havia um parecido, feito pela minha mãe e que foi mergulhado em goma para ficar com forma e no interior tinha uma jarra de flores 😉

    Like

  7. pt dias says:

    nada a ver, mas descobri hoje que tinha voltado à blogosfera e fiquei muito feliz 🙂 mesmo… adoro os trabalhos lindos que faz, as fotos que partilha, as coisas que conta. Não são assim a leitura mais assídua, admito, mas obrigada por estar aí. 🙂

    Like

  8. Silvia Orchidea says:

    Boa tarde/noites 😊 Constança
    Para alvejar tecidos amarelados pelo tempo de guardados uso a ” pedra de Anil”, produto que , aqui no Brasil, remonta ao tempo de minhas avós.
    Tem a cor índigo e ao deixar as peças de molho na bacia parece que foram manchadas de azul, mas ao lavá-las tal impressão se desfaz.
    Ou também produtos como o Vanish, alvejante industrial para roupas brancas e coloridas, porém, a de se ter extremo cuidado no tempo de molho, pois podem ser danificadas(o tecido esgarça, abre a trama).

    Quanto aos teus vídeos aprecio sobremaneira, e, como sugestão, poderias aumentar um pouquinho o som e ao mostrares as peças, mormente as bordadas, aproximá-las mais da câmera. Os detalhes são tão preciosos!
    Faço votos que continues a nos brindar com tua simpatia.
    Abs
    S O.
    Rio

    Like

  9. Melinda says:

    I have some lovely table linens that my grandmother found for me at an estate sale. I use them when I host holidays like Easter and Christmas. I wash them gently and lay them out on my lawn to dry them in the sun. One tablecloth has a small rust stain that I haven’t been able to remove, but I’ve been able to wash out tomato and oil stains and have been so happy to use them.

    Like

  10. nieves rosa says:

    hola, hace mucho tiempo te sigo, me gustan lo que coses y lo que escribes en el blog, yo solo hablo español, el portugues escrito lo entiendo mejor que hablado, si pudieras subtitular en español seria fantanstico, a mi tambien me encantan los bordados antiguos, tienen mucha tradicion donde vivo (islas canarias ), muy cerca de las azores donde en madeira tambien se hacen bordados de mucha tradicion,muchos saludos y felicidades por tan fantastico blog.

    Like

  11. amendoas says:

    Olá Constança,

    eu apesar de gostar de têxteis antigos não tenho espaço para os “colecionar”. À tempos herdei uma grande quantidade de lençóis de linho bordados à mão, mas de um tamanho que não serve nenhuma das camas que tenho em casa. O que fiz (aliás, foi a minha mãe fez)? umas colchas em patchwork. Na frente ficaram os quadrados com os bordados e atrás o pano branco. Confesso que foi preciso coragem para os esquartejar mas o resultado foi fabuloso. Beijos

    Like

  12. cristydavies says:

    I use them– tablecloths, tea towels, pillowcases. And, I have an archive of old linens for inspiration, repurposing, ground fabric for other projects.
    I keep them in big plastic tub lined with an old sheet — just in case contact with plastic over time would be bad.

    Like

  13. Mal says:

    I have no tips, really, except my grandmother favoured white distilled vinegar and bicarbonate of soda (baking soda) for different types of stains. Maybe the vinegar is for rust? I don’t think that she used them together. Really, I just wanted to say how lovely it is to realise that you are blogging again! Hope you and your family are all well.

    Like

  14. Vanessa says:

    Olá Constança! Eu também adoro esse tipo de peças e borados, valorizo imenso o trabalho e tanto eu, como a minha mãe e avó materna sabemos fazer algum tipo de ponto/s 🙂 tenho muitas peças antigas, algumas de família outras compradas em feiras e tento ir usando tudo numa ou noutra ocasião. Não passo muito tempo de volta de nódoas, mas sei que o sabão clarim também é bom e nalguns casos água oxigenada (mas não sei se é recomendável para todos os tecidos). Corar ao sol também ajuda nalguns casos.

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s