Pausa :: Break

Ando há muito tempo com a sensação de que alguma coisa não está a funcionar no meu dia-a-dia. A tristeza e o isolamento que senti durante 2012 e 2013 felizmente desapareceram, mas não me consigo livrar de um enorme peso, de um grande cansaço e de um certo desajustamento em relação à minha vida presente.


Este blog vai ficar em pausa durante uns tempos. Não vou actualizar a página no Facebook e não me vou forçar a responder a emails. Acho que vou continuar pelo Instagram, porque é o único sítio na internet em que não sinto qualquer tipo de pressão, mas ainda não tenho a certeza.

Tenho muitos posts fotografados e alinhavados, e é possível que os vá publicando pouco a pouco, mas prefiro ter o blog inactivo e, de vez em quando, escrever umas coisas, do que um blog activo que está sempre a chamar por mim e a fazer-me sentir que estou a falhar.
Não me apetece escrever sobre isto em pormenor mas, como não gosto de cultivar uma aura de mistério nem tão pouco gerar qualquer tipo de especulação, vou acrescentar algumas palavras.

Quero viver durante uns tempos sem tecnologias. Ser mãe não é, para mim, especialmente fácil. Sou uma pessoa naturalmente introvertida, que precisa de silêncio e de algum espaço, e o dia-a-dia com crianças e sem apoio familiar tem um efeito esmagador sobre mim. Preciso de me focar, de não sentir pressões adicionais nem sucumbir a distracções. De aprender a lidar com as expectativas, aspirações e exigências da vida contemporânea.

Sinto-me constantemente sob tensão e, visto que não me apetece ter um colapso nervoso, vou experimentar alterar a maneira como vivo a minha vida.

Obrigada por me continuarem a acompanhar na minha viagem. Isto não é um adeus — é só um até qualquer dia.


I’ve known for a long time that something’s not working in my everyday life. The sadness and isolation that I felt during 2012 and 2013 have subsided but I haven’t been able to shake off a strong weight over my shoulders, a great tiredness and a sort of maladjustment in regard to my present life.

This blog is going to be still for a while. I’m not going to update my Facebook page and not going to force myself to deal with email. I might keep playing with Instagram because it’s the only place online where I don’t feel any pressure, but I can’t say for sure yet.

I’ve got lots of blog posts that are already photographed and half put together and I might publish something here from time to time, but I’d rather have an inactive blog that sometimes gets updated  that an active blog that’s always asking for more and that makes me feel like I’m failing all the time.

I’m not in the mood to write in detail about this but, since I don’t like to cultivate an air of mystery nor do I want to generate unnecessary speculation, I’m going to add a few words.

I want to live for a while with no technologies. Being a mother isn’t particularly easy for me. I’m a natural introvert and I need a fair amount of silence and space. My day-to-day with children and no family support has been quite overwhelming, frankly. I need to focus and I don’t need any additional distractions or pressures. I must learn how to deal better with all the expectations, aspirations and demands of modern life.

I feel I’m spreading myself too thin and since I don’t want to have a nervous breakdown, I’m going to try and alter the way I live my life.

Thank you for being here with me along this journey. This isn’t goodbye — it’s just “see you later”.

97 thoughts on “Pausa :: Break

  1. Anonymous says:

    My blog has also fallen silent… I just got to the point where updating it felt like pressure and I didn't really know anymore what it was FOR. Motherhood isn't easy, it isn't meant to be easy -what I mean is it's ok to find it challenging! We have no family support either but I can confirm it does get easier. My boys play together and entertain each other, get their own snacks, etc! Take care, if the internet/blog world has taught you anything let it be that you're not alone.

    Like

  2. Paula says:

    Olá Constança! Acompanho o blog há bastante tempo e admiro a sua criatividade e capacidade de trabalho. Duas crianças pequenas exigem muito de nós e do nosso tempo (eu tenho três filhos …). Conhecermos os nossos limites já é um passo muito importante. Boa “pausa” e cá ficamos à espera do seu regresso.

    Like

  3. regressos says:

    Olá, Constança 🙂

    Percebo bem o que sente e digo muitas vezes a mim própria e aos que me são próximos que, às vezes, parece que só vemos o mundo através de um écran, que deixámos de o saber viver, em presença.
    Boa pausa e boa vida! 🙂

    Like

  4. Anonymous says:

    I have felt the same way as you . The fact is however that no one asked me to make my blog and no one but myself required anything of myself but myself ..Its something to think about 🙂 Its all been my doing with my own expectations ..Good luck enjoy your silence.

    Like

  5. Anonymous says:

    É perfeitamente compreensível e com dois pequenos, eu também tenho 2 rapazes, ficamos mesmo com muito pouco tempo para nós, aproveite e até qualquer dia!! Espero que continue ser possível “consultar” o blog. Beijinhos e fiquem bem!
    Maria Dias

    Like

  6. Jenny says:

    As an introvert I can totally relate to what you wrote. If you haven't done that, I encourage you to read a book or two about introverts and their/our needs – it helped me so much to understand my needs and fulfil them, too! All the best to you, I always enjoyed reading your blog. I am sure you will find lots of joy in your life again very soon!

    Like

  7. pt says:

    Muita saúde, amor e paz. Aposto que um dia voltará! Até lá, take care… De si e da sua linda família. O livro já ninguém mo tira 🙂

    Like

  8. Diana says:

    Ola Constança, estar longe da família e longe de Lisboa de onde estou ja é dificil, da Nova Zelandia deve ser ainda mais! Se puder ir ate Lisboa passar uns tempos, ia fazer-lhe muito bem, ainda mais agora com o bom tempo deste lado do globo! força! bj

    Like

  9. Anonymous says:

    Olá Constança,
    também sou mãe de dois rapazes, que chamam “mãe” a cada dez minutos. Tenho uma profissão de desgaste rápido e a minha família vive toda no norte do país…esta semana o mais novo partiu um braço, tive um furo num pneu durante o percurso trabalho/escola, não tenho férias desde a páscoa e emocionalmente sinto-me “de rastos”!!! Muitas vezes, por minha culpa, porque insisto em querer fazer tudo bem feito, não compro comida congelada, faço os bolos, as mousses e já nem sequer há verba para ” mulher-a-dias”. A única ajuda é uma senhora que me vai passando a roupa a ferro. As mulheres são de facto fantásticas e superam-se todos os dias à conta da energia extra, que é o Amor, mas ás vezes é muito difícil. Fui sempre autónoma e muito independente e a aprendizagem em encaixar na partilha familiar é muito fatigante, quando nos damos a 100%. Temos que ser inflexíveis no tempo a que temos direito só para nós, seja no cabeleireiro, na aula de yoga, na natação…Desejo-lhe muita força, que se equilibre. Na N.Z. deve ser possível frequentar o infantário em dias alternados ou só durante certas horas, pense nisso. As crianças só ganham em socializar com outras da sua idade! Um beijinho muito grande!
    margarida.

    Like

  10. Anonymous says:

    Viva Constança,

    Sigo o seu Blog mas é a primeira vez que comento. Também tenho uma pagina na net que de volta e meia, pela mesma razão, fica em standby. Como a compreendo! Não somos máquinas. Precisamos reflectir e isso pode ser até um óptimo sinal. Qualquer coisa nova que esteja a florir já no seu interior. Este mundo virtual, toda esta tecnologia, enche-nos a mente de imagens e de ideias dispersas que não nos leva a lado nenhum sem essa focagem necessária. Depois, longe dos “nossos”, família e amigos/as, de quem e de verdade nos conhece e entende, perdemos um pouco o Norte — como a entendo! Perdemo-nos do essencial. Para mim é Jesus. Jesus e Maria. O que vemos passar-se no mundo e sem que a comunicação social dê importância alguma e a devida, atormenta a muitos e uma vez que somos sensíveis. Nada de ioga, reiki, astrologia e afins. É pegar na “arma” (terço) e como muito bem o Pe. S. Lara aconselha como único remédio e tudo se acerta. Vai ver e que depressa e bem.

    Desejo-lhe o melhor.

    MV

    Like

  11. Corazón Peludo says:

    I understand you, being a mom is hard, sometimes I feel like you do… but a think you are doing a super great job! you are an awesome mom! enjoy your kids, they grow up so fast…treasure every moment, even the bad ones… Love from Mexico! PS I love your blog := We´ll be waiting for you!

    Like

  12. Magda says:

    Não costumo postar comentários, mas hoje é uma ocasião especial, aliás a pessoa é especial!
    Então estou aqui hoje para te desejar, de todo o coração, que fique bem e em paz e para te agradecer imensamente por tudo!
    Quando a saudade apertar recorro ao teu livro maravilhoso que mostra, no meu entendimento, que tudo deve ser feito com muito amor e que a felicidade na vida depende simplesmente deste sentimento que torna a nossa caminhada mais suave!
    Gratidão! Te espero o quanto for necessário!

    Magda de Medeiros Brasil

    Like

  13. Margô de Chapéu says:

    A força para qq caminho está em você. Um grande beijo.

    “Não temos que perguntar como produzir o amor em nós. Ele está em nós, do nascimento à morte, imperioso como uma fome e nós devemos somente saber como conduzi-lo”
    Simone Weil

    Like

  14. Maria says:

    Toma bem conta de ti, Constança, só assim consegues tomar bem conta dos outros 🙂
    Nós continuamos por aqui, sem pressões, à espera que a tua bateria volte a ser carregada a 100% e partilhes a tua maravilhosa energia com os teus leitores
    Beijinhos

    Like

  15. s.pousa says:

    Olá Constança, já conheço o seu blog há algum tempo mas só agora vi este post… desejo felicidades e que rapidamente encontre o seu equilíbrio para voltar ao blog…
    Até já.

    Like

  16. Anonymous says:

    Olá, pude finalmente ler o seu livro. Adorei, é como um condensado do blog. Espero que se sinta melhor e recomece a publicar os seus posts. Animo e beijinhos Irene

    Like

  17. Lindy in Brisbane says:

    I was just thinking about you and how much I loved your blog. It was one of the first I ever read, when you were still in Portugal. I hope everything is good with you, and that you and your family are happy and enjoying New Zealand. Take care.

    Like

  18. Floss says:

    I'm really late to this post for similar reasons to you- I stopped blogging as life was overwhelming. I've been through the business of bringing up children in a foreign country (France for us) and with being introverted too. If you'd ever like to contact me feel free – your post really struck a chord and I'll be thinking of you.

    Like

  19. Verónica says:

    I wished nobody said things like “I hope you write again soon”, “I hope you come back to the blog”… after a post like this. We seem to fail in understanding that life and well-being come first. We ask too much from others and from ourselves.
    I wish you are doing good, lovely Constança, and more than anything I hope you know that you shape your life, that you are free to blog gently, or not at all. Free.

    Like

  20. Anonymous says:

    olá boa noite, sou uma das leitoras assíduas do seu blog, é a primeira vez que comento, e não podia deixar de dizer que a Constança faz nos muita falta, com as suas histórias e experiencias, com as suas fotos e ideias, com tudo o que partilha connosco. Compreendo a sua ausência mas desejo que volte para “nós” rapidamente, até lá espreito aqui todos os dias…um beijinho grande São

    Like

  21. Mal says:

    Hope all is going well for you and your family, Concha, and that you have a happy Christmas and New Year. I miss your lovely blog, and appreciate all the effort you made with it.

    Like

  22. elephantinthestudy says:

    I am very very new to your blog but as as mother of two kids (the younger one who is 20 months) I know what you mean by wanting some space and peace for yourself. I feel exactly the same way, and feel guilty demanding it. I hope you feel well soon. I am happy to have discovered your blog. Take care.

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s