Matéria Prima :: Raw Material

Todas as semanas vasculho as lojas de caridade em busca de tesouros esquecidos: livros, bric-à-brac, tecidos, roupa passível de ser transformada em sacos. De vez em quando tenho sorte e encontro um kilt de pura lã escocesa, um casaco feito com Harris Tweed… e fico contente por poder dar nova vida a materiais tão bons. Depois há que descoser, lavar, passar a ferro – e recriar.
Every week I browse all the local charity shops in search of forgotten treasures: books, bric-à-brac, fabrics, clothes that have the potential to be transformed into bags. Sometimes I get lucky and find a pure wool Scottish kilt, a Harris Tweed coat… and I feel glad that I can breathe new life into such high-quality materials. Then comes all the unpicking, washing, ironing – and recreating.
(enquanto tirava estas fotografias, um robin veio fazer-me companhia)
(while I was taking these pictures, a robin came and joined me)
(images: Constança Cabral)

21 thoughts on “Matéria Prima :: Raw Material

  1. Carolina Bernardo says:

    Este processo é extremamente interessante, não só o da busca, como o da reutilização. Pensar que estamos a usar matéria que anteriormente já teve outra finalidade e que em maior parte das vezes é considerada “lixo” torna o nosso trabalho gratificante e mais sustentável.
    Assim constroem-se objectos com uma história de certa forma mistica, pois não se sabe em que cenário já divagaram tais tecidos!!
    Bom projecto **

    Like

  2. libelinha says:

    Olá Concha,

    Bonito xadrez…adoro o vermelho!
    Sabes fiz uns quadros com uma blusa minha e pedaços de crochet e ficaram espectaculares!
    Boa ideia essa de lojas em 2ª mão, nunca tinha pensado nisso.

    Bom trabalho, beijinhos.

    Like

  3. Jussara says:

    OI!! COMO VOCE TEM CRIATIVIDADE , PARABENS. TRANSFORMAR TECIDOS JÁ INUTEIS PARA ALGUMAS PESSOAS EM ALGO UTIL,APROVEITE BEM ESTE SEU DOM NAO É PARA QUALQUER UM!!
    A SUA FOTO COMM O PASSARO FICOU MAGNIFICA,E PARECE QUE ELE ESTA COM MUITOOOO FRIO.
    GRANDE ABRAÇO.

    Like

  4. sílvia says:

    Constança, passei para te desejar um óptimo ano 🙂

    Lembrei-me de uma coisa engraçada que aconteceu no casamento a que levei a clutch que me fizeste e que acho que não te contei: perguntaram-me se a minha mala era “uma Constança Cabral”!

    Like

  5. Mia says:

    Lovely finds!

    Here in Finland the finds are rarely as wonderful, but tweeds and such still can be find every now and then. I am looking forward to see your new (bag?)creations with these!

    Happy New Year!

    Yours,
    Mia

    Like

  6. Anonymous says:

    Adoro as tuas fotos, como sempre não sei onde vais buscar tanta luz, deve ser porque és uma estrela da costura 🙂 Eu só consigo esse feito em dias muito especiais como o dia de Natal que esteve lindo apesar dos -13 em Birmingham. Não sei se tens ideia de que esses achados, se os comprasses novos numa loja custariam umas centenas largas de libras. Sortuda 🙂 Lembro-me de ter tido uma saia igual a essa em Portugal quando era miúda, em mil novecentos e troca o passo 🙂 Beijinhos e tudo de bom, Ana Miller

    Like

  7. aqui pelo campo... says:

    que máximo…tinha tantas saias destas!!! E a minha mãe deu tudo!!! Eu devo ter ficado traumatizada, pois agora guardo a roupa toda (ou a mais gira) dos meus filhos!!!
    Vão sair daí coisas lindas!!!
    beijinhos
    mila

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s