Dress to Impress :: Baby Concha

O post de hoje é assumidamente narcisista: já que estou sempre a falar em vestidos, lembrei-me de ir espreitar os meus álbuns de fotografia para ver como eram os vestidos que as crianças usavam no início dos anos 80. Reparei que eram parecidos com que se usam agora, e é assim mesmo que gostaria de vestir uma filha minha (caso a venha a ter!). E vocês, vestiam roupa muito diferente? Não a querem mostrar nos vossos blogs?
Today’s post is narcissistic: since I’m always rambling about dresses, I thought I’d go through my old photo albums and find out which kind of dresses children were wearing in the early 1980’s. I reckon they were quite similar to today’s outfits and this is precisely how I wish to dress a daughter of mine (provided that I have one!). What about you, were your clothes much different? Why don’t you show them on your blogs? I’d love to see them!
2 weeks old (1982)
de cueiros
wearing a traditional baby dress

 7 months old (1983)
sou o bebé da direita
I’m the one on the right

1 1/2 years old (1983)
2 1/2 years old (1984)
vestido feito pela minha mãe com um molde da Burda (ainda sobrevive!)
dress made by my mum using a Burda pattern (I still have it!)
2 1/2 years old (1984)
3 1/2 years old (1985)
o mesmo vestido, a que a minha mãe acrescentou tecido na cintura
same dress, but with some fabric added at the waist by my mum
3 1/2 years old (1985)
o mesmo vestido (não resisti a esta fotografia)
same dress (I couldn’t resist this photo)

3 1/2 years old (1985)

41 thoughts on “Dress to Impress :: Baby Concha

  1. Sarah says:

    Vestidos lindos.
    Destaco o confeccionado pela mãe. E o acrescento, um must!
    Nem quero imaginar quando tiverem filhotes … vão fazer furor com as vestimentas.
    Bjs

    Like

  2. Milk Woman says:

    Gira! Gira! Os cueiros também fizeram parte dos primeiros meses da minha vida mas quanto o meu filho nasceu há 7 anos, eram difíceis de arranjar e o que havia era caríssimo!
    A avó querida – minha mãe – arranjou uns tecidos girissímios e tivemos que os mandar fazer! Já pensei em pegar neles e voltar a fazer mais meia dúzia!

    Like

  3. Cecilia e Helena says:

    Você não mudou nada, Concha! Os vestidos estão lindos, mas a foto com o porco me chamou a atenção porque ficou engraçadíssima! E achei ótima a sua ideia de postar fotos antigas… vou ver se acho umas minhas para escanear também. Beijão e uma ótima sexta-feira.
    Helena

    Like

  4. sofia says:

    Tão gira a baby Concha!!!!
    e os vestidos também
    apesar de eu ter andado bastante de vestidos e cueiros, a minha filha pouco os vestiu/veste
    Se calhar tenho de inverter isso, afinal, agora com esta idade gostamos de nos ver de bonequinhas!
    O vestido que a tua mãe fez está lindissimo e a ideia de acrescentar à cintura para dar mais tempo nunca me tinha passado pela cabeça!d

    Like

  5. margarida says:

    Tenho (tinha) um vestido muito parecido ao segundo,com um barquinho, mas o meu era em azul e a gola um bocadinho diferente. Usei do baptizado do meu irmão.
    Os meus foram usados já na segunda metade da década de 80, mas eram todos muito parecidos. E na altura as avós e as tias ainda faziam casaquinhos de malha para os bebés. 😉

    Like

  6. miosotiis says:

    Quando era pequenina, muita da minha roupa era herdada das minhas primas, cuja mãe era modista. Tinha mmuitos vestidos e adorava de paixão rodopiar!

    A minha mãe, que era costureira, mas não modista, também me fez muita roupa. Ainda hoje tem de me aturar com as minhas manias… 😀

    Que lindas fotografias!*

    Like

  7. Paty says:

    Olá Concha
    Só agora descobri o teu fantástico blogue!!!Adorei
    A costura é uma paixão que tenho desde miúda…
    Continua com o teu lindo trabalho.
    Os tecidos são magnificos!!!
    Bjs

    Like

  8. mila says:

    pois é Constança, os cueiros são um must inalterável…eu usei, e os meus filhos claro que também…fiz um enxoval de tal maneira grande para a minha primeira filha, que acho que durante 2 meses conseguiu não repetir toilletes…cueiros e camisinhas de folhos são eternos!!!
    parabéns, eras uma bébé linda!!!!

    Like

  9. Carmo says:

    Que giras fotografias!!!
    Quando era pequenina (início dos anos 80) também vestia muitos vestidos, muitos deles feitos pela minha mãe. Para além dos vestidos também vestia kilts… e os sapatos de presilha também eram um clássico.
    Em bebé vestia cuerinhos com camisas de folhos e casaquinhos de lã feitos pela mãe e avó.

    Like

  10. kitty-san says:

    A penúltima foto está engraçadíssima. E adoro o vestido marinheiro,claro. Também usava um em pequena e a colega de trabalho da minha mãe combinava e quando eu ía para a escola vestida de marinheiro o filho da colega, que era da minha turma, ía também!! Na altura achava muito desconfortável essa situação, hoje acho engraçado essas memórias e continuo a amar vestidos de marinheiro não só para criança mas também para adulto.
    bjos

    Like

  11. Mãe da Rita says:

    Adorei as fotos e a ideia!
    A minha filha tem 4 anos e só não veste os meus vestidos antigos porque não chegaram aos dias de hoje nas melhores condições…
    Mas este Verão fiz uns quantos vestidinhos para ela e vou continuar neste Inverno!

    Like

  12. pilar says:

    hola que lindas fotos.
    soy una gran fans de tu blog, queria decirte fuiste mi inspiracion para iniciar a hacer mis primeras carteras desde que vi una entrevista tuya en la revista de ikea italia.
    mil felicidades. pilar

    Like

  13. Miss Pelicano says:

    Olá!
    Que delícia!
    Será um pouco de nostalgia com a partida para Inglaterra? 😉
    Senti isso quando vim para aqui.
    Um dia, quando tiver uma filha (ha)
    vou comprar uns sapatinhos de presilha!

    Já está. O desafio para mostrar a minha mesa de trabalho – my working table – já foi respondido no meu blog!

    Bárbara

    Like

  14. Anonymous says:

    Concha leio (e adoro)o seu blog há já bastante tempo, agora estive afastada do computador uns dias e surpresa vai mudar-se para o meu sonho,a minha mãe vive em yeovil somerset-dorset e visito a zona mais ou menos uma vez por ano e adoro.Desejo-lhe as maiores felicidades e continuo aqui a “segui-la”. aprecie e seja feliz.
    ass.Maria João

    Like

  15. Susana Happy Days says:

    A Matilde também vestiu roupas minhas, muitas delas feitas pela minha Avó 🙂
    Os cueiros (feitos pela minha Avó) são absolutamente magníficos, e estão em perfeito estado. A MAtilde usou-os nos primeiros meses, e agora daqui a 5 meses serão novamente usados cá em casa 🙂 Estou-me a segurar muito para não os tirar já do baú, ir os ir lavando e tal… mas vou esperar mais um bocadinho 😉

    Beijinhos… vou ver se vou aos meus álbuns de fotos tirar umas com as roupinhas que usava…

    Like

  16. ✂ ✂ ✂ ✂ ✂ ✂ ✂ ✂ ✂ ✂ says:

    hehehehehehhehehehehehehe… muito divertidas as suas fotos! Eu tenho até hoje aquele boneco bebêzinho que está no chão ao seu lado, na foto onde está lendo uma revistinha. É igualzinho. Acho que toda “garota dos anos 80” teve um. rsrsrsrs… Também tive um sapatinho igual ao que está usando na mesma foto. rsrsrsrs… A década de 80, na minha opinião, foi a melhor! \o/

    Like

  17. ninainvorm says:

    So funny, I already recognize you in a verye early stage. On the picture of you at 7 months old I could already see that you definitely weren't the baby on the left, so must be the one on the right, and after that I could clearly see your characteristics in the pictures of you being a 2 or 3 year old kid… So funny that many of us in fact change so little! 😉

    Like

  18. cc says:

    Olá Constança. Tive conhecimento deste blog enquanto procurava pequenos encantos como os que faz. Entretanto, já fui presenteada com dois trabalhos 'saídos da concha' – um saco para guardar o meu pijama, lenços, etc; uma mala de ombro. Ambos oferecidos pela família Afonso, de Lagos. Mas esta mensagem vem a propósito destas fotografias que tem vindo a colocar, nomeadamente sobre uma em que reconheci um brinquedo de infância e que hoje ainda guardo entre outras recordações – uma pequena balança de plástico! Achei curiosa a coincidência.
    Já agora, aproveito para elogiar as fotografias de família, sobretudo as que dizem respeito à sua avó, bastante elegante. E para a época, estão magníficas. Não é todas as famílias que se encontram registos assim tão bonitos. Parabéns pelo seu trabalho!
    Carla Correia

    Like

  19. cc says:

    Olá Constança. Tive conhecimento deste blog enquanto procurava pequenos encantos como os que faz. Entretanto, já fui presenteada com dois trabalhos 'saídos da concha' – um saco para guardar o meu pijama, lenços, etc; uma mala de ombro. Ambos oferecidos pela família Afonso, de Lagos. Mas esta mensagem vem a propósito destas fotografias que tem vindo a colocar, nomeadamente sobre uma em que reconheci um brinquedo de infância e que hoje ainda guardo entre outras recordações – uma pequena balança de plástico! Achei curiosa a coincidência.
    Já agora, aproveito para elogiar as fotografias de família, sobretudo as que dizem respeito à sua avó, bastante elegante. E para a época, estão magníficas. Não é todas as famílias que se encontram registos assim tão bonitos. Parabéns pelo seu trabalho!
    Carla Correia

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s