Campo :: Countryside

Estivemos no Douro Internacional, região de vinho, azeite e amêndoas. Às vezes apetecia-me deixar a cidade para trás e mudar-me para o campo. Tudo parece mais real e verdadeiro por lá.

We spent the weekend up north in a region called Douro Internacional, which is full of vines, olives and almonds. Sometimes I feel like leaving city life and moving to the country. Everything seems more real and truthful over there.

(images: Tiago Cabral)

11 thoughts on “Campo :: Countryside

  1. Cecilia e Helena says:

    Ai, Concha! Cheguei há uma semana dessa região, que eu ainda não conhecia. Fiquei encantada! Do hotel em que ficamos em Peso da Régua, tínhamos uma visão magnífica desses montes. Um abraço da Cecilia (mãe da Helena) do Quilts são para sempre (Brasil).

    Like

  2. Moranguinha says:

    Peço desculpa vir comentar para colocar uma questão.
    Mas estou a dar em doida a tentar decifrar um pormenor da pattern das Gom Drop Pillows.
    Como sei que já as fez, pode ajudar-me?
    Estou a tentar perceber o top panel. Se faço viés no tecido, se o tecido são 2 tecidos cozidos um ao outro ou se é apenas 1 tecido e este é cozido logo às laterais sem viés. O acabamento fica mais bonito com o viés feito mas o molde já conta com isso? É que parece ter um tecido extra nesse pedaço e não consigo traduzir à letra.
    Antecipadamente grata!
    Moranguinha

    Like

  3. Luisinha says:

    …Olá Constança,vou seguindo o seu blog que muito me agrada…pois é, eu sou daquelas pessoas que decidi que a minha vida seria no campo!!! … no entanto, volta e meia o chamamento da Cidade é grande!!!! O meu marido trabalha no peso da régua e a nossa quintazinha é em Amarante ( outra cidade lindissima )!!!

    Like

  4. catarinanl says:

    Boa escolha.
    O Douro internacional é, na minha opinião, uma das zonas mais maravilhosas do pais. De cada vez que lá vou fico com a mesma sensação “e se eu deixasse a cidade e viesse para aqui estudar estes montes (sou geóloga) e viver um vida calma e serena”. Um dia destes ainda faço mesmo isso!

    Catarina

    Like

  5. miosotiis says:

    Este ano as minhas férias foram passadas por aí. Marcamos a primeira noite e, depois, foi ao sabor do vento. Começámos na Régua e acabámos em Monsanto, a aldeia “mais portuguesa de Portugal”.
    O Douro tem cheiros e sabores e tudo!

    Quanto a morar numa aldeia…costumo dizer que só se tivesse uma estrada que me pusesse numa cidade rapidinho! Gosto muito do campo, mas fazem-me falta livrarias, teatros, cinemas.;D

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s