Introducing… Blanc by Saídos da Concha

Um dos aspectos mais positivos de ter um blog é, de vez em quando, receber algumas propostas e desafios. Há uns tempos a Sofia do Hotspot — o blog da equipa de casamentos BrancoPrata — sugeriu-me fazer uns cake toppers; na impossibilidade de fazer uns mais giros do que estes, propus antes experimentar fazer umas almofadas para alianças. E assim surgiu a minha nova linha: Blanc by Saídos da Concha, que até já tem direito à sua própria loja Etsy.
One of the most positive aspects of writing a blog is that, from time to time, people come to you with proposals and challenges. Some time ago Sofia from Hotspot — the blog from the wedding team BrancoPrata — asked me to make cake toppers; unable to make toppers cuter than these ones, I suggested some ring bearer pillows instead. And that’s how my new line came up: it’s called Blanc by Saídos da Concha and it even has its own Etsy shop.



As almofadas são feitas à mão por mim, têm aproximadamente 11 x 11 cm e seguram as alianças através de um botão e de uma fita de cetim. Comecei por fazer oito… vamos ver como corre!
The ring pillows are handmade by me, mesure approx. 11 x 11 cm (4.5”) and hold the wedding rings with a button and a piece of slim satin ribbon. I started by making eight… let’s see how it goes!


(images: Tiago Cabral)

18 thoughts on “Introducing… Blanc by Saídos da Concha

  1. M.J. says:

    são bonitas e perfeitas. mas o preço é exagerado. são simples pequenas almofadinhas. tanto em material como em tempo gasto, e até em técnica utilizada…como se justifica o preço? está tudo um bocadinho louco.

    Like

  2. Concha says:

    Obrigada a todas pelo apoio e pelos comentários tão simpáticos.Vou aproveitar o comentário da M. J. para abordar um assunto que é sempre uma dor de cabeça para qualquer ‘crafter’: o preço final. O preço das coisas feitas à mão tem tendência para ser alto para quem compra e baixo para quem vende. A verdade é que o público está habituado a ver produtos feitos na China, por pessoas praticamente escravizadas e com materiais e técnicas de fraca qualidade, à venda por preços extremamente baixos.Quem faz coisas à mão não pode (nem quer) competir com produtos massificados. O seu desejo é oferecer peças únicas, feitas com tempo, dedicação, atenção ao pormenor e com recurso a materiais de excelente qualidade.Por outro lado, todo o processo de fazer e disponibilizar produtos feitos à mão é extremamente moroso e caro. Há que pensar, pesquisar e esboçar o conceito. Há que mandar vir os tecidos de outros continentes, pagando portes e taxas. Há que lavar os tecido e engomá-los, para lhes retirar os químicos em excesso e para que não venham a encolher na eventualidade de a peça vir a ser lavada. Há que encontrar e comprar os restantes materiais (sempre a preço de revenda). Há que cortar o tecido, cosê-lo e dar-lhe forma. Há que tirar fotografias com qualidade, o que muitas vezes passa por esperar que outra pessoa (no meu caso, o meu marido) esteja disponível para construir um pequeno estúdio, tirar duas horas de fotografias, retocá-las, listar as peças e divulgá-las.É claro que tudo isto é uma escolha pessoal de quem vende mas também de quem compra. Pessoalmente, gosto de, sempre que possível, adquirir peças exclusivas e de qualidade, e por essa via apoiar um criador independente.

    Like

  3. Milk Woman says:

    I’m flabergasted! São lindas! E apesar de já contar com quase 8 anos de “casamento” pode ser que ainda venha a precisar de uma. Como todos os anos, este também já dissemos “é desta!”. Seja desta ou não, parabéns Concha e força para mais este desafio!!

    Like

  4. Anonymous says:

    Parabéns,são lindas e muito bem feitas.Mas não deixo de concordar com a M.J.são caríssimas,oxalá as venda.Quanto aos argumentos que apresentou,concordo que é muito difícil fazer um preço a trabalho onde se põe tanto carinho e dedicação,mas, em 1º lugar aqui não se justifica a lavagem dos tecidos antes,pois para o efeito não é necessário,2º em comparação com outros trabalhos seus,quer nos sacos,babetes etc,estas almofadinhas não te~em trabalho nem material nenhum.Já agora acho que podia ser mais criteriosa na escolha dos botões que lhes aplica (esses são simples botões de camisa).A qualidade da produção fotográfica ,provavelmente é o que está a encarecer o produto.A.M.

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s