NYC – Fabric shopping (the sequel)

Mal entrei no City Quilter apercebi-me de que tinha entrado num mundo diferente. Lá vi a tradição, os tecidos tipicamente usados em quilts, as senhoras de meia-idade, os medallions e as estrelas. Claro que nada disso me pôs pouco à vontade; apenas me senti no mundo da ortodoxia. A selecção de tecidos é totalmente diferente da que se encontra na Purl, mas ainda assim comprei três jardas de três tecidos diferentes. Perdi-me na variedade de moldes e acessórios e investi num bom cortador e em lâminas sobressalentes, numa régua xpto especial para patchwork e em dois novos moldes da Amy Butler. E na loja ao lado (de tesouras e facas) não é que finalmente encontrei a tesoura às ondinhas que procurava há um ano? Viva a América! 🙂
~
The minute I stepped foot on The City Quilter I realised I was in a different world. There I saw tradition, the typical quilting fabrics, the middle-aged ladies, the stars and medallions. None of this intimidated me; I just felt in the world of orthodoxy. The fabric selection is interely different from Purl‘s but I managed to buy three yards of three different prints. I got lost on the variety of accessories and invested in a good rotary cutter and some replacement blades, in a proper patchwork ruler and in two new Amy Butler patterns. And in the shop next door (a knives and scissors shop) I finally found the pair of scallop scissors I had been looking for for over a year. Long live America! 🙂


Na minha visão europeia, os americanos falam imenso e dizem quase tudo o que lhes vem à cabeça mesmo quando se dirigem a desconhecidos. Quando estava no City Quilter indecisa a olhar para as numerosas réguas em exposição, uma das senhoras que lá trabalham veio ter comigo e começou a elogiar entusiasticamente o meu birdie sling. No minuto a seguir tinha todas as funcionárias da loja a fazerem-me perguntas sobre o molde, os tecidos, a dificuldade de execução, etc. E a cena repetiu-se mais duas ou três vezes em sítios diferentes, tanto com o birdie sling como com este messenger bag… Nunca tal me aconteceu na Europa!
~
In my European point of view, Americans talk a lot and aren’t afraid to say whatever comes to their minds even to strangers. When I was at the City Quilter looking at the several rulers in display, a lady that worked there came to me and started praising my birdie sling. The minute after that I had all the shop’s employees around me, asking about the pattern, the fabrics, how hard it was to make, etc. And this happened two or three times again in different places, with the birdie sling and also with this messenger bag… This has never happen to me in Europe before!

3 thoughts on “NYC – Fabric shopping (the sequel)

  1. Sandra says:

    Concha, não é possível adquirires uma tesoura de ondinhas da Fiskars para mim?
    Sei que o meu pedido pode ser um pouco estranho, mas aqui em Portugal não consigo encontrar e online aparece sempre indisponível.
    Se conseguisses, colocavas-a à venda na tua Etsy Shop e eu comprava-a.
    Claro que conto pagar o teu lucro e os portes, pois se me puderes fazer esse favor já vai ser uma grande sorte para mim.
    Tudo de bom para ti e para o teu bebé.
    Obrigado.
    Sandra Rebelo

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s